Mundo sustentável

No começo da semana, coloquei um post aqui falando sobre uma coluna publicada na Scientific American Brasil de junho a respeito de algumas perspectivas para o futuro próximo da Terra.

Vou mencionar agora um artigo que saiu na mesma revista (que está muito boa, por sinal), escrito por Jonathan Foley, diretor do Instituto do Meio Ambiente da Universidade de Minnesota.

Basicamente, ele explica um trabalho publicado por ele e outros colegas na Nature de outubro de 2009. Ao contrário da outra coluna que eu comentei, o trabalho apresentado por Foley é extremamente pessimista.

O que eles fizeram foi estabelecer 9 processos ambientais que devem ser mantidos dentro de certos limites para que a Terra possa manter sua sustentabilidade. Desses 8 processos, 3 já estão acima do limite, o que significa que ações devem ser tomadas com urgência. Os processos que já estouraram o limite são: a perda de biodiversidade, a mudança climática e a poluição causada por nitrogênio. Os outros processos já estão se encaminhando para níveis perigosos também, ameaçando a sustentabilidade do planeta e a própria existência humana nele.

Eu gostaria de falar mais a respeito, mas aí acho que seria fazer um “ctrl+C, ctrl+V” da revista, e isso não é certo, né? Especialmente porque no artigo seguinte, eles mostram quais são as soluções que devem ser adotadas para diminuir essa perda de sustentabilidade da Terra. Quem se interessar, vai ter que comprar a revista, ou sei lá, pedir emprestado pra alguém ou ler em alguma livraria.

Enquanto isso, vocês podem dar um xeretada nesse link, que mostra um gráfico com os 9 processos avaliados e sua atual situação, ou nesse aqui, que mostra uma tabela analisando os valores mostrados no gráfico. Os dois links são da revista Nature e estão em inglês.

2 respostas para Mundo sustentável

  1. Olavo Ludwig disse:

    Daniel,

    Este tipo de informação deveria ser de livre acesso a todos, a revista deveria ser de livre acesso e publicada na internet. Esta questão de se copiar a revista para formato digital, ou apenas um artigo da revista, ser certo ou não é meio complicado. Quem pode comprar a revista compra, quem não pode não compra, independente de estar disponível online ou não.

    • Daniel Borba disse:

      Oi Olavo, eu concordo com vc no sentido de que o conhecimento deveria ser acessível a todos, mas se os caras resolvem vender o conhecimento na revista, eu não posso contrariar, né? Afinal, o trabalho é deles. Fora que eu acho que ia ficar com preguiça de escrever tudo no blog….=P

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s