Cyberpunk em dose dupla

…e a preço muito camarada!

Acabei de receber o release abaixo:
Título: Duplo Cyberpunk: O Consertador de Bicicletas/Vale-Tudo
Autores: Bruce Sterling/Roberto de Sousa Causo
Capa: Benson Chin
Número de páginas: 128
Formato: 9 x 15 cm
Editora: Devir Livraria, selo Asas do Vento
ISBN: 978-85-7532-455-5
Preço: R$ 15,90

Duas narrativas ousadas, mas bem-humoradas, sobre a vida nas ruas de grandes metrópoles do futuro próximo. Explorando a tecnologia da informação e a interface entre o homem e a máquina, a ficção científica cyberpunk tem estado na dianteira do gênero desde a década de 1980, e tem como principais expoentes Bruce Sterling e William Gibson.

As Histórias:

O Consertador de Bicicletas (“Bicycle Repairman”), de Bruce Sterling. Nesta novela vencedora do Prêmio Hugo 1997, Sterling coloca Lyle Schweik, um simples consertador de bicicletas, no centro de uma intriga internacional envolvendo comunidades anarquistas, personalidades cibernéticas e contrabando de sistemas secretos. Bruce Sterling é autor do romance Tempo Fechado, também lançado pela Devir. “Bicycle Repairman” foi traduzida por Carlos Angelo.

“O Robin Hood dos foras-da-lei eletrônicos… Ninguém escreve melhor sobre o fato de que o fantasma na máquina somos nós.”
—The Times

Vale-Tudo, de Roberto de Sousa Causo. Uma noveleta que descreve a visita da jornalista americana Jareen Jackson a um Brasil caótico, onde ela se depara com bizarros reality shows e um grupo de resistência social que tenta expor a verdade sobre o devastador acidente nuclear que mudou o país.

“Talvez um dos melhores autores da ficção científica brasileira da atualidade.”
—Ronaldo Bressane, Brasil Econômico

Os Autores:

Bruce Sterling nasceu no Texas mas vive hoje na Itália. Começou a publicar ficção científica em fins da década de 1970, e durante os anos oitenta se tornou o principal promotor daquilo que ficou conhecido como o Movimento Cyberpunk, uma revolução dentro da ficção científica. Sterling, que organizou a primeira antologia cyberpunk, Reflexos do Futuro (Mirrorshades), ganhou o Prêmio John W. Campbell com o romance Piratas de Dados (Islands in the Net). Sterling recebeu também o Prêmio Hugo de 1997 com a noveleta “O Consertador de Bicicleta” e o Hugo 1999 com “Taklamakan”, outra noveleta. Distraction (1999), um romance, recebeu o Arthur C. Clarke Award 2000. Com William Gibson, escreveu The Difference Engine (1991), ajudando a sedimentar um novo subgênero para a ficção científica — o steampunk, muito em voga na atualidade. É editor contribuinte da revista Wired, e escreve um weblog. Durante 2005, foi o “Visionário Residente” junto ao Art Center College of Design em Pasadena, Califórnia. Em 2008, foi o Curador Convidado do Festival Share de Arte e Cultura Digital Art em Turim, Itália, e o Visionário Residente junto ao Sandberg Instituut em Amsterdã. Já apareceu nos programas Nightline da ABC, The Late Show da BBC, Morningside da CBC, na MTV e na TechTV, e em revistas e jornais como Time, Newsweek, The Wall Street Journal, o New York Times, Fortune, Nature, I.D., Metropolis, Technology Review, Der Spiegel, La Republica, e muitos outros veículos.

Roberto de Sousa Causo é autor dos romances A Corrida do Rinoceronte (2006) e Anjo de Dor (2009), ambos pela Devir, e da novela Selva Brasil (2010). É também organizador das antologias Os Melhores Contos Brasileiros de Ficção Científica (2008) e Rumo à Fantasia (2009), entre outras. Já contribuiu com o Jornal da Tarde, o Jornal do Brasil e a Gazetta Mercantil, e com as revistas Cult e Ciência Hoje, e é autor do estudo Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil: 1875 a 1950. Causo mantém desde 2005 uma coluna sobre ficção científica no Terra Magazine, a revista eletrônica do Portal Terra. É vencedor dos concursos III Festival Universitário de Literatura e Projeto Nascente 11 (melhor texto).

Sobre o selo Asas do Vento: A Devir entra no mercado dos livros de bolso com uma linha de livros de fantasia, horror, ficção científica e aventura, publicando, em combinações surpreendentes, o melhor dos autores nacionais e estrangeiros. Uma parte importante do trabalho de edição é encontrar um formato para se publicar textos ou histórias que o editor acredita ser relevante e merecedor de publicação.

A literatura fantástica está repleta de histórias curtas de grande qualidade que não encontrávamos uma maneira adequada de publicar. A coleção Asas do Vento vem justamente preencher essa lacuna. Ela é uma série de livros de bolso de acabamento primoroso, que visa publicar histórias mais curtas (contos, novelas, noveletas) que se destacam mas que normalmente acabam esquecidas por não terem tamanho suficiente para ocupar um livro de tamanho normal ou encontram espaço apenas em revistas ou antologias.

Com alta portabilidade, ao contrário da maioria das edições de bolso no Brasil, os livros da Asas do Vento realmente cabem no bolso (e nas bolsas). Com capa semi-rígida, também possuem maior durabilidade. Livros para desfrutar e colecionar.

Os livros da Asas do Vento estarão disponíveis em livrarias e bancas selecionadas.

Devir Livraria: “Líder em ficção científica, fantasia e horror”
Rua Teodureto Souto, 624 – Cambuci – São Paulo-SP, CEP 01539-000
Fone: (0__11) 2127- 8787 – horário comercial
Mais informações: marialuzia.devir@gmail.com
Visite o site: http://www.devir.com.br/

2 respostas para Cyberpunk em dose dupla

  1. Roberto de Sousa Causo disse:

    Obrigado pela força, Daniel. O livro deve estar pronto para quando Sterling estiver em São Paulo, no começo de dezembro. Já tem data para o lançamento: 6 de dezembro, às 18h30 na FNAC Paulista. Espero te ver lá!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s