Um dia na vida de um nerd…

Esse sábado tive um dia bem legal.

Eu resolvi que o dia seria qualificado como um dia “nerd e ecologicamente correto”.

A programação era longa, bem longa. E realmente era bem nerd também. Como eu ia ficar o tempo todo na rua e com acesso fácil ao metrô, o dia tornou-se ecologicamente correto porque resolvi deixar o carro na garagem…:D

Bom, logo cedo, debaixo de uma garoa fina típica de São Paulo, eu fui para o curso de astronomia prática do Observatório Céu Austral, que está sendo ministrado pelo Paulo Varella na Escola Técnica do Parque da Juventude. Duas coisas merecem menção aí.

Primeiro é a escola. O Parque da Juventude fica no terreno que abrigava o presídio do Carandiru em São Paulo. Lugarzinho que tinha tudo para ser horrível, mas que foi revitalizado e transformado num parque super agradável, com uma escola grande e bem equipada. Pelo que ouvi falar, aos sábados, com os cursos extra-curriculares (como esse de astronomia), cerca de 1200 pessoas circulam por lá. Além do curso que estou fazendo, eles tem cursos de informática, fotografia… Fiquei impressionado quando fui lá pela primeira vez.

A segunda coisa é o curso ministrado pelo Paulo. Eu o conheço há uns vinte anos mais ou menos, de cursos de astronomia lá no Planetário do Ibirapuera. O Paulo é, sem dúvida, o cara que mais entende de astronomia que eu conheço. Ele tem uma didática excelente e fala com segurança sobre qualquer assunto relacionado à astronomia. O Observatório Céu Austral, do qual ele é diretor, oferece diversos cursos em astronomia e outras ciências da Terra.

Bom, a aula de astronomia terminou por volta das 13:00, e de lá, eu segui para a Estação Paraiso do metrô, onde há uma exposição sobre ficção científica britânica promovida pela Cultura Inglesa. A exposição vai até 12 de junho e é parte da programação do 15 Cultura Inglesa Festival. Vários paineis apresentam a influência britânica na FC, seja na literatura, cinema, televisão ou quadrinhos. Uma linha do tempo que começa no século XVI com Thomas More e sua Utopia, e vai até os dias de hoje, me chamou bastante a atenção. Excelente o trabalho de pesquisa feito. Vários paineis interessantes sobre autores específicos, como Alan Moore, China Miéville, Arthur C. Clarke, H.G.Wells. Uma pena que eu cheguei lá depois do bate-papo entre o escritor Roberto Causo e Rogério de Campos, diretor da Conrad.

Saindo do metrô Paraiso, fui a pé até a Livraria Martins Fontes, que fica no começo da Avenida Paulista, onde seria o lançamento do livro O Peregrino, do Tibor “John Doe” Moricz. Não entendeu o apelido? Compre o livro e descubra o motivo!

Ah… antes da livraria, fiz uma escala numa casa árabe, Halin. O kibe de verduras deles é maravilhoso!

O lançamento do livro do Tibor foi animado. Logo de cara, encontrei com o Roberto Causo e com o Bruno Cobbi (autor de um excelente conto no Portal Fahrenheit). Eles tinham vindo do metrô Paraíso também, acho que nos desencontramos por pouco. O Silvio “Fantasticon” Alexandre, sempre simpático, também apareceu em seguida e logo formamos uma rodinha para conversar sobre literatura fantástica. Dessa conversa, fiquei com vontade de ler O Caçador de Apóstolos, de Leonel Caldella, fortemente recomendado. Entrou na lista.

O autor e estrela da ocasião apareceu em seguida, ainda que um pouco atrasado, e logo já foi convocado para autografar alguns livros. Em seguida apareceram também o Erick “Draco” Santos, editor responsável pela publicação de O Peregrino,  Adriano Siqueira e sua já lendária máquina, com a qual registra quase todos os eventos de literatura fantástica em São Paulo, além de Larissa Caruso e Hugo Vera, organizadores da coletânea Space Opera, a ser lançada na semana que vem. Rogerio Pontenegro do Arena Fantástica também estava por lá.

Por volta de 16:30, depois de muito bate-papo, peguei minha mochila e saí da Martins Fontes, em direção a outra livraria, a Cultura, no final da Paulista. Cerca de 15 minutos a pé. Parte do caminho eu fiz com o amigo Adriana Siqueira, que me presenteou com um exemplar de seu livro, Adorável Noite. Um livro muito caprichado, e extremamente simpático, diga-se de passagem. Aguardem a resenha.

Lá na Livraria Cultura, eu entrei numa fila para assistir ao bate-papo com o escritor e roteirista britânico Robert Shearman, vencedor do World Fantasy Awards, finalista do Hugo e roteirista de Dr.Who. O cara é extremamente simpático e engraçado, com aquele típico humor britânico. Praticamente todas as frases dele terminavam com uma risada do público presente. A programação atrasou e a posterior venda de livros e sessão de autógrafos ficou para um pouco mais tarde, no hotel onde ele estava hospedado. Já eram 19:00, e o dia seguinte começaria bem cedo para mim, por causa do trabalho. Acabei desistindo de comprar o livro e ficar na fila para o autógrafo, e voltei para casa de ônibus.

Para fechar o meu dia nerd, uma mini-maratona com seis episódios de The Big Bang Theory. Dizem que pode-se medir o seu grau de nerdice de acordo com a quantidade de piadas que você entende nessa série. Devo mencionar que até hoje, não lembro de ter deixado de entender uma piada que fosse…hehe…

Bom, acho que chega, né?

Ah… gostaria de mencionar que a minha insistência em caminhar debaixo de garoa numa temperatura de uns doze graus me rendeu uma bela dor de cabeça e um pouco de febre durante a noite. Ser nerd pode ser prejudicial à saúde…:D

3 respostas para Um dia na vida de um nerd…

  1. Roberto de Sousa Causo disse:

    Foi bom te ver no lançamento e no evento com Robert Shearman, Daniel. Realmente, sábado foi um dia interessante para o fã de FC e fantasia, e nem deu para acompanhar tudo — eu, de minha parte, perdi o encontro no Bardo Batata, em que o primeiro livro de China Miéville, “Rei Rato” (“King Rat”), foi posto à venda…

  2. Roberto de Sousa Causo disse:

    Uma coisa que me surpreendeu no evento com Shearman foi o número de fãs de “Doctor Who” presentes na platéia — acho que dois terços do público era composto de fãs dessa série inglesa. Saindo do evento, acompanhei Shearman e as moças da organização até o hotel em que ele ficou, e consegui o livro autografado: “Love Tales for the Shy and Cynical”, seu segundo livro de contos. O primeiro, “Tiny Deaths”, ganhou o World Fantasy Award. De São Paulo, Shearman foi para o Rio, participar do evento Space Blooks, em uma livraria carioca.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s