Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica 2011

A última edição do Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica foi lançada no Fantasticon 2012. Entre todos os lançamentos, esse era o único que eu realmente queria adquirir. Na minha opinião, continua sendo uma obra fundamental para qualquer fã de literatura fantástica. Como sempre, o trabalho dos pesquisadores Marcello Simão Branco e Cesar Silva, ao lado da Devir Livraria, foi muito bom.

O destaque desse ano vai para o maior número de resenhas, graças em parte à participação de um resenhador convidado.

Vale mencionar também a lista dos “recomendados”, que substitui as extensas listas que tentavam enumerar todos os lançamentos nacionais. Com a atual quantidade de publicações (muitas de maneira independente), fica absolutamente impossível para os autores do Anuário apresentarem uma lista completa. A troca da antiga sessão por uma lista de recomendações foi uma ótima sacada.

Comentei o Anuário 2010 aqui e o Anuário 2009 aqui.

Abaixo, o release que foi enviado ao blog:

Numa iniciativa dos jornalistas e pesquisadores de ficção científica e fantasia Marcello Simão Branco e Cesar Silva, o Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica chega em 2001 à sua oitava edição consecutiva. A Apresenta um amplo e profundo panorama do cenário fantástico nacional, em suas três manifestações principais, a ficção científica, a fantasia e o horror, além de contemplar também as criações híbridas entre estes gêneros e os chamados trabalhos de “fronteira”, isto é, o fantástico abordado a partir da perspectiva do mainstream literário.

Nesta edição o “Anuário” apresenta duas novidades. Sai a lista de todos os lançamentos do ano, para uma lista de livros recomendados. Além disso, o aspecto de análise crítica também é enriquecido com o “resenhador convidado”, o que aumentou para de 12 para 25 o número de livros analisados. A cada edição teremos um resenhador convidado diferente. Para 2001, contamos com a agudez crítica e de Jeremias Moranu, pseudônimo polêmico de conhecida personalidade da ficção científica brasileira. As demais seções estão mantidas como notícias sobre prêmios e personalidades, artigos sobre o mercado editorial. A entrevista com a “Personalidade do Ano” desta edição é o legendário editor Gumercindo Rocha Dorea. E o ensaio do especialista convidado do ano é do Prof. Dr. Alfredo Suppia (UFJF), com uma acurada análise sobre as conexões entre a literatura brasileira de FC e o cinema brasileiro. Para completar, segue a seção histórica com datas e resenhas de livros importantes.

O Anuário tem por meta realizar um registro do estado dos gêneros no país, além de auxiliar tanto os leitores em busca do que há de novo, como aos escritores que desejam destrinchar as tendências do mercado. E também a editores e pesquisadores, que estão em busca de um conhecimento mais sistematizado e amplo do que está surgindo e das perspectivas para o fantástico no Brasil. A edição relativa a 2010 é a que lista maior número de obras, até o momento.

O Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica recebeu em 2010 o Prêmio “Melhores do Ano”, na categoria “Melhor Não-Ficção”, concedido pelo site Ficção Científica e Afins, da escritora Ana Cristina Rodrigues.

Repercussões:

“Embora a literatura fantástica enfrente muitos desafios no Brasil, um trabalho árduo de crítica e pesquisa como o do Anuário permite uma base sólida para o desenvolvimento de pesquisas e publicações”.

— Rachel Haywood Ferreira, Iowa State University.

“As suas carreiras críticas — existentes há anos em várias publicações, e há seis anos no Anuário —, são o balanço global dos gêneros literários que vocês analisam, o mais competente, sério e abrangente, dentro do universo crítico brasileiro.”
— André Carneiro, autor de Confissões do Inexplicável.

“O Anuário é uma das publicações de crítica de ficção especulativa mais independentes e de maior personalidade no país. Editores, pesquisadores, colecionadores de livros, escritores e fãs devem encontrar uma fonte de consulta, de avaliações e de opiniões críticas inestimável para dar perspectiva ao momento atual.”
— Roberto de Sousa Causo, Terra Magazine.

“Um projeto raro e ambicioso, que apresenta uma perspectiva global e sistematizada a respeito do mercado no Brasil e confere-lhe uma unidade na qual os autores poderão posicionar-se. Além disso, contribui para o crescimento da crítica profissional e do estudo acadêmico, essenciais ao desenvolvimento de qualquer literatura.”
— Luís Filipe Silva, site Efeitos Secundários (Portugal).
ANUÁRIO BRASILEIRO DE LITERATURA FANTÁSTICA 2011
Cesar Silva e Marcello Simão Branco
Devir Livraria, 2012.
Capa de Rogério Vilela
194 páginas.

No momento o “Anuário 2011”pode ser encontrado na livraria Terra Média:
http://www.terramedia.com.br/

2 respostas para Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica 2011

  1. Marcello Simão Branco disse:

    Oi Daniel. Muito obrigado pelo apoio de sempre! Espero que goste de mais esta edição. Abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s