Série Shiroma, de Roberto de Sousa Causo

selo_shiroma_PB

Em paralelo à série de aventuras de space opera protagonizadas pelo herói espacial brasileiro, Jonas Peregrino, “As Lições do Matador”, Roberto de Sousa Causo desenvolve a série “Shiroma, Matadora Ciborgue”.

Agora no final de outubro, é divulgado o selo destinado às narrativas da série “Shiroma, Matadora Ciborgue”, em arte original de Vagner Vargas, o mais experiente ilustrador brasileiro de ficção científica.

“Shiroma, Matadora Ciborgue” é fruto do “Projeto Portal”, uma série de seis revistas semestrais de contos de ficção científica editada por Nelson de Oliveira entre 2008 e 2010. A trans-humana Shiroma é uma assassina hesitante, raptada da Terra ainda criança e levada por um casal de mercenários, Tera e Tiago, para ser treinada como matadora de aluguel.

A primeira narrativa, “Rosas Brancas” (em Portal Solaris), trata do seu sequestro e de como sua mãe, Nara Nunes, foi morta. “Concha do Mar” (Portal Neuromancer) conta como ela encontrou uma concha do mar em um mundo alienígena onde fora levada para um teste de sobrevivência, uma concha que simboliza a sua angústia íntima com o sequestro e a morte da mãe, que, na mente de Shiroma, passa a habitar, como voz incorpórea, o interior da concha. “O Novo Protótipo” (Portal Stalker) conta como ela realizou o seu primeiro assassinato, no Bairro da Liberdade, em São Paulo. “Cheiro de Predador” (Portal Fundação) mostra a heroína um pouco mais senhora de si como matadora, ao penetrar, com a ajuda de dois alienígenas, a segurança de um mundo altamente vigiado. Em “Arribação Rubra” (Portal 2001) ela cai em um ponto obscuro de um planeta alienígena, quando o seu veículo é sabotado a caminho de uma nova missão. Finalmente, em “Tempestade Solar” (Portal Fahrenheit), a matadora se defronta com o passado, e prepara violentamente o seu futuro — a ser desenvolvido em outras histórias.

“Tempestade Solar” será republicada em novembro de 2012, na antologia Todos os Portais: Realidades Expandidas (Terracota Editora), organizada por Nelson de Oliveira. A heroína já possui duas outras aventuras completas, aguardando publicação.

A série partilha do mesmo universo ficcional das aventuras de Jonas Peregrino, um herói de space opera militar que estreou com a noveleta “Descida no Maelström”, publicada em 2009 na antologia Futuro Presente, organizada por Nelson de Oliveira para a Editora Record, do Rio de Janeiro. Outras aventuras de Peregrino apareceram nas antologias Assembléia Estelar (Devir), editada por Marcello Simão Branco, e Space Opera: Jornadas Inimagináveis em uma Galáxia Não Muito Distante (Draco), editada por Hugo Vera & Larissa Caruso.

Nesse projeto, os dois personagens principais, Shiroma e Peregrino, irão se encontrar mais adiante, as duas séries se entroncando em uma única narrativa — uma vasta e complexa space opera.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s