Dimensões.BR

Dimensões.BR é um projeto no mínimo interessante organizado pela escritora Helena Gomes e lançado em 2009 pela Editora Andross. O livro contém 55 contos de literatura fantástica ambientados em terras brasileiras. O prefácio é de Roberto de Sousa Causo e o livro conta com três autores convidados: Rosana Rios, Luis Eduardo Matta e a própria Helena Gomes (organizadora).

Em primeiro lugar, acho que o livro é válido por apresentar diferentes histórias ambientadas no Brasil. No prefácio, o Causo menciona a importância de obras como Harry Potter e O Senhor dos Anéis que são ambientadas em lugares familiares aos seus autores. É a isso que este livro se propõe: colocar a fantasia em terras brasileiras. Na contra-capa, lemos que esta é uma antologia genérica com liberdade total para apresentar histórias que trazem os mais diferentes elementos fantásticos. Há apenas uma única condição: ter como cenário um lugar livre o suficiente para abrigar os estilos mais variados e os tons mais criativos.[…] Um cenário chamado Brasil. E isso o livro faz realmente muito bem. Há histórias de vampiros, duendes, fadas, lobisomens, curupiras. Há também histórias de suspense, terror e fantasia. Tudo ambientado no Brasil e com personagens brasileiros.

Por outro lado, numa antologia desse tamanho (55 contos não é pouco!), é quase impossível manter uma qualidade alta em todos os contos. Há alguns muito bons, outros bons, mas alguns sofríveis. Estes, felizmente devem ser uns 5 ou 6 apenas, de modo que, no geral, o livro é bom. Os contos são todos curtos, o que proporciona uma leitura rápida e, claro, se você não gostar de algum deles, vai acabar rapidinho.

Eu separei 11 contos que achei mais interessantes no livro. Não dava para falar de todos, e esses são os que eu mais gostei. Claro que um outro leitor pode acabar gostando mais de outros. Mas aí vão as minha opiniões sobre os que eu mais gostei:

Além da Terra Sem Males (Ana Lúcia Merege): Uma historinha muito bacana sobre duendes. Um casal que vive num sítio afastado da cidade tem uma relação harmoniosa com seres fantásticos. Essa relação acaba sendo alterada quando um casal de namorados resolve acampar dentro da propriedade.

Ad Noctum (Alícia Azevedo): Um livro mágico encontrado num sebo muda completamente a vida de uma moça. A princípio uma história de magia, o conto transforma-se numa historia de fantasmas. Merece uma continuação com a mesma personagem.

A Bruxa do Guaporé (Luiz Eduardo Matta): Uma escritora viaja até a Amazônia para investigar os boatos sobre a existência de uma bruxa que expulsou os moradores de uma vila.

A Rosa Vermelha (Hanna Liis-Baxter): Uma ótima história de terror, com uma pitadinha de reencarnação. A autora prende bem a atenção, e o final é daqueles que dão susto no leitor.

A Lenda do Curupira e do Boitatá (Alvaro Moreira de Carvalho): Uma batalha épica entre duas das figuras mais conhecidas do nosso folclore atravessa o país, assolando regiões bem conhecidas de todos. Um alerta ecológico em tempos de aquecimento global e destruição da natureza pelo Homem.

A Fada Madrinha e o Feitiço da Indecisão (José Araújo): Uma versão brasileira do gênio da lâmpada. Um final muito criativo para um conto muito bom.

Após as Nove (Tarsila Albuquerque): Um conto simples, mas com um final interessante. Um casal totalmente apaixonado se encontra num parque para namorar. O rapaz sente o amor verdadeiro que sua namorada tem por ele, mas um segredinho o impede de ir além.

Criança de Louça (Georgette Silen): O conhecido drama dos que partem dessa vida deixando alguma pendência para trás aparece nessa bela história de fantasmas. Um rapaz se esforça para trazer descanso à alma de uma menininha que insiste em aparecer para ele depois de morta.

Doces Sonhos (Selene Choisel): Uma garota sofre de insônia por muito tempo até encontrar num passeio noturno a solução para seus problemas. Uma história muito bonita sobre vidas passadas.

O Malabarista (Clementino Brites Filho): Gostei muito desse conto. Uma senhora já no final da vida tem como companheiro constante um malabarista que a visita durante seus passeios no parque.

Lobos (Rosana Rios e Helena Gomes): Uma brilhante história de lobisomens passada durante a Revolução Paulista de 1924. Um homem escapa por pouco de um ataque. No final do conto, descobrimos que o conto é uma homenagem a um escritor muito famoso que influenciou toda a literatura fantástica no Brasil.

Bom, como eu disse antes, quero deixar claro que mencionei aqui os contos que mais chamaram minha atenção. Há outros bem interessantes também. Espero que gostem da leitura…:)

3 respostas para Dimensões.BR

  1. Clementino Brites Filho disse:

    Obrigado, querido Daniel, pela manifestação carinhosa sobre o meu conto.
    Um grande abraço….
    Clementino Ferreira Brites Filho

  2. Oi, Daniel, aqui é a autora da história dos duendes! Agradeço sua apreciação e aviso que o casal da Terra Sem Males é o protagonista do livro que estou escrevendo no momento. Este é dedicado a um público mais novo, razão pela qual o tema será tratado com mais humor e leveza. Mas os duendes – e não só os brazucas – continuarão fazendo das suas.🙂

    Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s