Meus minicontos

Recentemente eu participei de três edições do Terrorzine, um fanzine virtual, organizado por Ademir Pascale e Elenir Alves.

Eu nunca tinha me imaginado escrevendo minicontos. A meta era escrever até quinze linhas. Com as alterações de parágrafo e fonte, dois deles acabaram passando um pouquinho.

É muito interessante escrever com esse limite. Não é tão simples resumir uma história em poucas linhas, mas acho que o resultado do que escrevi ficou legal.

Já falei sobre os dois primeiros, mas não custa reforçar…:D

O primeiro miniconto, O Pingente, fala sobre viagens no tempo. É um miniconto, então não dá para falar nada sobre ele, senão estraga a surpresa…rs…

Mas a edição está disponível para download aqui. Há outros trabalhos legais lá também.

O segundo miniconto é Refúgio Profanado, e fala sobre uma entidade que era muito conhecida quando eu era mais novo, mas agora parece que perdeu um pouco da “fama”: o Pé Grande. Este está disponível aqui.

O terceiro ainda não saiu, mas está em vias de. O título é Sim, eram. Título estranho, né? Vão ter que ler as 15 linhas para entender. Não vou dizer sobre o que fala esta edição do Terrorzine, só para manter o suspense…hehe… Assim que sair, eu publico aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s